LOGO PPGCAS
UFJ

Natane Barbosa Barcelos

AUTOR: Natane Barbosa Barcelos
TÍTULO: OCORRÊNCIA DE PARASITOSES INTESTINAIS COM ÊNFASE NA INFECÇÃO POR Strongyloides stercoralis E COCCÍDIOS (Cryptosporidium sp., Cystoisospora belli e Cyclospora cayetanensis) EM PACIENTES PORTADORES DE HIV/AIDS ATENDIDOS NO SERVIÇO DE ASSISTÊNCIA ESPECIALIZADA (SAE) DO MUNICÍPIO DE JATAÍ-GO
ORIENTADOR: Prof.ª Dr.ª Rosângela Maria Rodrigues 
ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: NOVOS MATERIAIS E METODOLOGIAS APLICADAS À SAÚDE
LINHA DE PESQUISA: NANOBIOTECNOLOGIA, BIOMATERIAIS E MATERIAIS BIOCOMPATÍVEIS
DATA DE APROVAÇÃO: 07/04/2016

 

Resumo:

As infecções oportunistas são frequentemente observadas em pacientes portadores do vírus HIV/aids. Dentre os parasitos mais comuns, tem-se o nematódeo Strongyloides stercoralis e os coccídios intestinais responsáveis por agravar o quadro clínico dos pacientes, muitas vezes por casos recorrentes e de caráter crônico. O objetivo do presente trabalho foi avaliar a prevalência de enteroparasitos com ênfase em infecções causadas por S. stercoralis e coccídios intestinais em pacientes portadores do vírus HIV/aids atendidos no Serviço de Assistência Especializada (SAE) do município de Jataí-GO, correlacionando com os parâmetros clínicos, laboratoriais e socioepidemiológicos. Foi colhida três amostras de fezes em dias alternados e processadas pelas técnicas de Lutz, Rugai, cultura em placa de ágar, Ritchie e as colorações específicas, Ziehl-Neelsen Modificado, Kinyoun e o Método rápido da Safranina. Os dados foram analisados utilizando o software GraphPad Prism versão 5.0 e os valores de p <0,05 foram considerados estatisticamente significantes. Foram analisadas três amostras fecais colhidas em dias alternados de 90 pacientes, totalizando 270 amostras. A idade variou de 23 a 77 anos, com média e mediana de 42 anos, sendo a maioria dos pacientes do sexo feminino (54,44%). A prevalência foi 28,88% para de enteroparasitos, destes, 3,8% para S. stercoralis, Cryptosporidium sp. e C. belli, respectivamente. Verificou-se correlação significativa da positividade para parasitos intestinais estratificados pelo status clínico (OR: 11,42; IC95%: 2,18-59,6) e pelo uso da Terapia Antiretroviral (TARV) (p=0,0419) como um fator protetor contra as infecções oportunistas. O tabagismo (OR: 6,522- IC95:1,1-36,0) demonstrou significância quando correlacionado com o aumento da carga viral. Além disto, verificou correlação entre associações parasitárias com contagem de linfócitos TCD4+ (p= 0,0132) e tipo de relação sexual (p=0,0001). Conclui-se que a baixa prevalência de S. stercoralis e coccídios intestinais seja devido ao amplo uso da TARV nos pacientes deste município. Além disto, os parâmetros analisados são de grande relevância para compreender a situação de risco de aquisição de parasitos nesta população, além de auxiliar no estabelecimento de estratégias de diagnóstico específico e precoce que melhoraram a qualidade de vida destes pacientes.

 

Pdf ícone

TEXTO COMPLETO

BDTD BIBLIOTECA DIGITAL DE TESES E DISSERTAÇÕES