LOGO PPGCAS
UFJ

Fausto Guimarães Costa

REFERÊNCIA: Guimarães Costa, Fausto Prospecção de inibidores para a enzima malato sintase do Paracoccidioides brasiliensis: uma avaliação por triagem virtual e dinâmica molecular [manuscrito] / Fausto Guimarães Costa. - 2015. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Goiás, Regional Jataí , Programa de Pós-Graduação em Ciências Aplicadas à Saúde, Jataí, 2015.
AUTOR: Fausto Guimarães Costa
TÍTULO: Prospecção de inibidores para a enzima malato sintase do Paracoccidioides brasiliensis: uma avaliação por triagem virtual e dinâmica molecular
ORIENTADOR:  Prof. Dr. Roosevelt Alves da Silva
ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: MECANISMOS E PROCESSOS BIOLÓGICOS E BIOTECNOLÓGICOS
LINHA DE PESQUISA: MECANISMOS MOLECULARES E FUNCIONAIS ENVOLVIDOS NA MANUTENÇÃO DA SAÚDE
DATA DE APROVAÇÃO: 16/04/2015

 

Resumo:

A Paracoccidioidomicose (PCM) é uma micose sistêmica importante na América Latina, causada pelo fungo Paracoccidioides brasiliensis (Pb). A Malato Sintase do Paracoccidioides brasiliensis (PbMLS), enzima chave do ciclo do glioxilato, apresenta papel crucial para a patogênese e virulência deste micro-organismo, e por isto, é considerada alvo terapêutico na pesquisa de novos antifúngicos. Assim, neste trabalho, a enzima PbMLS foi selecionada como alvo principal para a busca racional de fármacos contra a PCM. Conjuntos conformacionais foram determinados através da modelagem por homologia e Dinâmica Molecular (DM). A triagem de compostos candidatos a inibir PbMLS foi executada seguindo protocolo de ancoragem molecular, capaz de classificar compostos do banco ZINC por afinidade e eficiência. Com base no mecanismo de interação destas moléculas com PbMLS foi possível identificar a porção β-carbolina como uma estrutura chave para inibição. Baseado nesta estrutura, nove alcalóides foram selecionados e testados in vitro por colaboradores da UFG-Goiânia. Os mecanismos primários das interações na bolsa de ligação de PbMLS foram identificados e comparados com os de acetil-CoA, substrato da PbMLS. Verificou-se que a natureza anfipática dos compostos, concomitantes com a presença da porção β-carbolina, tem papel crucial para a afinidade dos mesmos na bolsa de ligação de PbMLS. Na segunda etapa deste estudo, foram avaliados os perfis conformacionais dos alcalóides no sítio ativo de PbMLS e os perfis teóricos druglikeness, drug-score e toxicológico dos compostos ativos. Assim, a dinâmica conformacional de PbMLS na presença de cada alcalóide (DM do complexo) foi estudada. Constatou-se que os alcalóides ativos exercem atividade inibitória por impedimento estérico no sítio ativo, seja diretamente na região catalítica e/ou por impedir a entrada de substratos na bolsa de ligação. Ainda, verificou-se que a inibição é favorecida quando a estrutura dos compostos são alongadas, de modo a garantir contatos com aminoácidos chaves (ARG 168, LYS 217 e ARG 278) que ajudam a mantê-los ligados à cavidade durante as flutuações conformacionais de PbMLS e preservar a baixa exposição dos compostos ao solvente durante os estados transientes de PbMLS. Os resultados dos índices druglikeness, drug- score e toxicológicos dos alcalóides inibidores se mostram favoráveis à continuidade das pesquisas. Por fim, os resultados deste trabalho auxiliam no desenvolvimento de novos fármacos úteis no tratamento da PCM através de um novo mecanismo de ação.

 

Pdf ícone

TEXTO COMPLETO

BDTD BIBLIOTECA DIGITAL DE TESES E DISSERTAÇÕES