LOGO PPGCAS
UFJ

TRACY MARTINA MARQUES MARTINS

AUTOR: TRACY MARTINA MARQUES MARTINS
TÍTULO: SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO DE LIGANTES ORGÂNICOS E COMPLEXOS METÁLICOS COM POTENCIAL FARMACOLÓGICO
ORIENTADOR:  Prof. Dr. Sauli dos Santos Júnior
DATA DE APROVAÇÃO: 04/08/2017

 

Resumo:

A multirresistência bacteriana é para a saúde pública mundial um grave problema. Com o surgimento de bactérias multirresistentes a indústria farmacêutica foca no desenvolvimento de novos medicamentos que sejam efetivos na terapia antimicrobiana, que apresente baixo custo, alto rendimento e tenha reduzidos efeitos colaterais. Por isso são necessários novas pesquisas e investimentos. Diversos estudos têm mostrado que as Bases de Schiff, são potenciais compostos com efeito farmacológico, alguns exemplos destes compostos são: as semicarbazida, tiossemicarbazidas e as hidrazinas. Reações de condensação destes compostos com aldeído ou cetona, e metais permitem a geração de novas modificações estruturais que podem produzir relevantes efeitos biológicos frente a fungos e bactérias patogênicas. Dessa forma o objetivo deste trabalho foi avaliar o potencial biológico de ligantes orgânicos a base de tiossemicarbazonas, semicarbazonas, hidrazonas e seus complexos metálicos em fungos e bactérias. Os ligantes orgânicos da classe das semicarbazonas, tiossemicarbazonas e hidrazonas foram obtidos através de uma reação de condensação de uma semicarbazida, tiossemicarbazida ou hidrazina com um aldeído ou cetona e sequencialmente com um metal de transição. Foram obtidos três ligantes e dois complexos metálicos: NMHC, NMHC+ Sn, MTHC, NMH, NMH+Sn. A verificação da atividade biológica foi realizada por meio de teste microbiológicos de avaliação da atividade antifúngica e antibacteriana de cada composto, por meio da técnica de microdiluição em placa de 96 poços de fundo chato. A avaliação da atividade antimicrobiana foi realizada com dez microrganismos e com os cinco potenciais fármacos. Três compostos inéditos apresentaram atividade antimicrobiana. Os ligantes NMH (hidrazona) e MTHC (semicarbazona) não apresentaram atividade antimicrobiana nas concentrações testadas (1024 mgL-1 a 0,5 mgL-1) sobre os dez microrganismos testados. O ligante NMHC (tiossemicarbazona) apresentou atividade apenas contra a cepa testada de Candida albicans, na concentração de 64 mgL-1. Os complexos metálicos apresentaram atividade antibacteriana contra sete cepas e atividade antifúngica frente as cepas de Candida albicans e Candida parapsilosis. As MIC's do complexo NMHC+Sn e do NMH+Sn variaram de 16 mgL-1 a 32 mgL-1. Com estes resultados promissores continuaremos os estudos sobre os efeitos biológicos destas moléculas inéditas na literatura científica.

 

Pdf ícone

TEXTO COMPLETO