LOGO PPGCAS
UFJ

GIULIANA THAÍSE ARAÚJO DA SILVA

AUTOR: GIULIANA THAÍSE ARAÚJO DA SILVA
TÍTULO:  INFLUÊNCIA NA VARIAÇÃO DA POTÊNCIA DE IRRADIAÇÃO POR LED COM TEMPO FIXO EM CULTURA FIBROBLÁSTICA L929
ORIENTADOR:  Prof. Dr. Valcinir Aloísio Scalla Vulcani
DATA DE APROVAÇÃO: 03/05/2018

 

Resumo:

SILVA, Giuliana Thaíse Araújo da. Influência na variação da potência de irradiação por LED com tempo fixo em cultura fibroblástica L929. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal de Goiás, Jataí, 2018.


O Diodo Emissor de Luz (Light Emissor Diode - LED) é um dispositivo semicondutor que emite fonte de luz e pode ser usado como modelador tecidual por meio da transformação de fótons recebidos. A fotobiomodulação (Photobiomodulation therapy - PBMT) é um termo específico para aplicação terapêutica da luz e atua como analgesia e anti-inflamatório. O objetivo deste trabalho foi de verificar a efetividade do LED em tempo fixo na estimulação de fibroblastos. Para tanto, utilizou-se a linhagem celular L929 submetida à irradiação LED (630 nm), em triplicata, nas potências de 50, 75 e 100 mW, por cinco segundos e comparou-se com grupo controle não irradiado. Em seguida, observou-se a viabilidade celular, proliferação, produção de óxido nítrico e síntese de colágeno. Os resultados revelaram que não houve citotoxicidade após 24, 48 e 72 horas de irradiação; houve aumento na produção de nitrito entre o grupo de 72 horas e os outros grupos experimentais e aumento na síntese de colágeno, diretamente proporcionais às potências utilizadas. Assim a irradiação possibilitou a estimulação fibroblástica com aumento de sua atividade no processo de cicatrização.

 

Pdf ícone

TEXTO COMPLETO